>

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Abrigo de animais deve ficar pronto em janeiro

21 baias estão sendo construídas pela administração

A prefeitura espera iniciar a desativação do abrigo de cães e gatos localizado na Vila Tibiriçá em meados de janeiro do ano que vem. A informação foi divulgada pelo diretor do Departamento de Serviços, Trânsito e Fiscalização, Pedro Durival do Nascimento.

FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju

Segundo o responsável, as obras do canil municipal estão bem avançadas, faltando apenas a colocação de encanamento, rede elétrica, grade, contrapiso e fossa séptica.

Ao todo, 21 baias estão sendo construídas em frente ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

A desativação do abrigo é objeto de ação judicial movida pelo Ministério Público com base em denúncia formulada pela Associação Protetora dos Animais de Piraju (APRAPI). O processo tramita desde 2015.

No dia 27 de outubro, o juiz Acauã Müller Ferreira Tirapani conduziu audiência de conciliação com representantes da prefeitura, APRAPI e Ministério Público. Na reunião, o magistrado arbitrou multa de R$ 1 mil às “finanças pessoais” do prefeito José Maria Costa (PPS) caso o município não concluísse as obras no prazo de um mês ou deixasse de apresentar as justificativas para o não cumprimento das medidas.

FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju

Casas da CDHU serão sorteadas na tarde de hoje

Penúltima etapa do processo terá início às 14h

Ocorre hoje, 15, o sorteio das 160 casas da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano). O evento será realizado no Ginásio de Esportes Jacy Clodoaldo Albanezi, Jardim Jurumirim, a partir das 14h.

Ao todo, quatro urnas foram colocadas no ginásio
(FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju)

Segundo a CDHU, as 2.183 pessoas habilitadas para essa fase devem colocar o cupom nas urnas das 11h às 13h30. Depois desse horário, as urnas serão lacradas.

Ainda de acordo com a companhia, serão sorteados 160 titulares e a mesma quantidade de suplentes.
Os inscritos que não puderem comparecer no sorteio podem enviar representantes, desde que a pessoa apresente o cupom dentro do horário estipulado.

Conforme divulgado, a próxima e última etapa do processo é a habilitação dos sorteados.

VISITA

O sorteio contará com a presença do secretário de Habitação do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia. O responsável pela pasta cumpre agenda em outros dois sorteios em cidades do interior paulista.

No detalhe, pequena aglomeração de pessoas em frente ao local do sorteio
(FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju)

Evento solidário reúne tatuadores, expositores e bandas

Entrada do público será autorizada mediante doação de um quilo de ração

O galpão multiuso do Centro de Exposições Pref. Cláudio Dardes (FECAPI) sediará, neste sábado e domingo, das 9h às 22h, o II Flash Day Tatoo Piraju.

Fachada do galpão multiuso; local terá mais de mais de 25 horas de atividades ininterruptas
(FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju)

Realizado pela Kaiowá Produções, o evento oferece sessões de tatuagem a preços acessíveis, além de praça de alimentação, música ao vivo e exposição e venda de diversos produtos.

De acordo com os organizadores, a edição desse ano do Flash Day Tatoo conta com seis tatuadores oriundos de Piraju, Palmital, Itaí e Santa Cruz do Rio Pardo.

As apresentações musicais ficarão por conta da Elvyra (Piraju/Avaré), Banda Binária (Itaí), Old Lady (Avaré) e La Riveria (Piraju). Outra atração é discotecagem com dubode e sound system, de Ourinhos.

Já os expositores são os seguintes: Balaio, Órbita Piraju, Fio Nuvem Ateliê, Chá com e Chá, MariArt. Também está confirmada a presença da Barbearia 4ª Geração, Yari Almeida (designer de sobrancelhas) e de dois estúdios especializados em body piercing.

A entrada é 1 kg de ração para cachorro ou gato. A alimentação será revertida a voluntários que cuidam de animais vítimas de abandono no município. 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Comissão Processante notifica José Maria Costa

Prefeito tem 10 dias para apresentar defesa aos vereadores

O prefeito José Maria Costa (PPS) recebeu hoje, 12, a notificação da Comissão Processante instaurada na última sessão ordinária da Câmara Municipal para apurar supostas ilegalidades praticadas pelo chefe do Executivo.

Leonardo Tonon, relator da CP (FOTO: Diego dos Reis/Expresso Piraju)

De acordo com o vereador Leonardo Tonon (PSB), relator da CP, José Maria tem 10 dias para apresentar defesa aos membros da comissão. Ontem, Tonon concedeu entrevista ao Expresso Piraju (confira o vídeo abaixo).

 

 A partir de hoje, a comissão tem 90 dias para apresentar relatório. Assim que receber a manifestação do denunciado, a CP terá cinco dias para decidir se dá prosseguimento às investigações.  

DENÚNCIA

Protocolada no dia 4 desse mês pelo ex-chefe do Setor de Transportes, Maurício Garcia, a denúncia solicita a cassação do mandato do prefeito por duas situações ocorridas no primeiro semestre desse ano, ambas relacionadas à área da saúde.

Garcia afirma que José Maria violou os princípios constitucionais da moralidade e impessoalidade ao ter autorizado o pagamento de exames médicos particulares a Dulcinéia Cury, esposa do então diretor do Departamento de Engenharia, Ricardo Cury. De acordo com ele, os exames foram realizados em Ourinhos e custaram R$ 380,00 aos cofres públicos.

O segundo caso diz respeito à compra de para-brisa para um ônibus do Departamento de Saúde (DESAU). Segundo Garcia, a peça foi adquirida por R$ 2,5 mil, porém o para-brisa não foi entregue à prefeitura, muito menos colocado no veículo.

Além disso, relata o denunciante, o prefeito deixou de enviar a cópia da nota fiscal da compra à Câmara Municipal, mais precisamente ao vereador Leonardo Tonon (PSB), que apresentou requerimento à administração a respeito dessa compra.

Na sequência, o vereador João Luciano da Silva (Solidariedade) solicitou, também por meio de requerimento, a nota fiscal da compra e o local onde foi realizada a troca do para-brisa. O então chefe do Setor de Transportes, Luciano Tonon, informou que “tal item não foi adquirido, nem fixado no veículo”.  Garcia afirma que, ao “mentir” para a Câmara, José Maria praticou infração político-administrativa.