>

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Plano de fuga da cadeia será apurado por inquérito policial

Preso da região de Itapetininga admitiu ser o responsável pela ação

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o plano de fuga descoberto na manhã do último sábado, 14, na cela número 1 da unidade de transição.

Presos perfuraram o entorno da iluminação existente no banheiro da cela
(FOTO: Polícia Civil de Piraju)

De acordo com o delegado Alberto Bueno Correa Filho, responsável pelas investigações, um dos 16 detentos que estavam na cela confessou ter planejado a fuga. O indivíduo é da região de Itapetininga e foi preso preventivamente por furto.

Segundo ele, duas barras de ferro, ambas retiradas da parede da cela, foram usadas para perfurar o teto do banheiro. O delegado acredita que os presos umedeceram a parede da carceragem para ter acesso às barras.

De acordo com o responsável, o inquérito irá apurar o crime de dano ao patrimônio público. “Apesar do dano ser pequeno, a apuração é obrigatória”, diz. Correa informou ainda que, por si só, a tentativa de fuga não é crime.

No mesmo dia, os presos foram transferidos para uma outra cela. O xadrez onde estavam os detentos ficará temporariamente interdita até receber os reparos necessários.

Desde que passou por uma ampla reforma, em 2015, após ser interditada pela Vigilância Sanitária, essa é a primeira tentativa de fuga da cadeia. No feriado prolongado, 79 presos estavam na unidade, que tem capacidade para 40 detentos.

Prefeitura transfere responsabilidade para voluntários

Entidade informa que não é a primeira vez que isso acontece

Uma cadela de rua deu à luz a seis filhotes numa casa localizada no Jardim Flamboyant, ao lado do Conjunto José Maria Arbex.

Animais foram levados para uma outra residência

Preocupada com a situação, a proprietária do imóvel procurou o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) na manhã desta sexta-feira, 20, para solicitar o recolhimento dos animais e o atendimento veterinário a um dos filhotes, que estava com um ferimento na cabeça.

Em resposta, o órgão alegou não dispor de espaço em suas instalações para abrigar os cachorros, e que não poderia atender o filhote. Na sequência, o CCZ pediu para a moradora procurar a Associação Protetora dos Animais de Piraju (APRAPI).

De acordo com a cidadã, o órgão afirmou que a entidade poderia “resolver” o caso, e que, em paralelo, iria divulgar a situação dos animais no perfil do CCZ no Facebook.

A moradora então ligou para a entidade. Em conversa com um voluntário, ela foi informada que a orientação dada pelo CCZ fere o disposto na lei municipal nº 3.057/2007, que obriga o órgão a recolher todo e qualquer animal encontrado em situação de abandono no município, e que a entidade não tem nenhuma obrigação de prestar esse tipo de atendimento, muito menos parceria com a prefeitura.

Sem saída, a cidadã procurou resolver o caso por conta própria. Graças à boa vontade de uma vizinha, os animais foram levados para uma outra residência, onde estão recebendo todos os cuidados necessários. Um dos filhotes morreu.

Até o fechamento dessa matéria, ocorrido às 15h, o CCZ não havia publicado uma linha sequer sobre a situação dos animais.

De acordo com a APRAPI, essa não é a primeira vez que casos como esse ocorrem no município. A entidade estuda a adoção de algumas medidas para exigir que o CCZ preste orientação adequada aos cidadãos.

Última postagem feita no perfil do CCZ no Facebook data do dia 18 desse mês

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Comissão escolhe composição de Mário Nelli para ser o hino do município

Obra recebeu 28,4 pontos dos profissionais que avaliaram as músicas apresentadas

A prefeitura de Piraju recebeu duas músicas para o concurso que elegerá o hino do município. As composições foram criadas pelo músico Mário Nelli e pelo jornalista Otávio Bueno da Fonseca.

Imagem ilustrativa

De acordo com a administração, as obras foram analisadas por uma comissão técnica, formada pelos professores de música Fernando Henrique de Almeida Andrade e David Fernando Gomes Filho e pela maestrina Daniele Montuleze.
Ainda segundo a prefeitura, a música de Mário Nelli ficou em primeiro lugar, com 28,4 pontos, 4,1 pontos a mais em relação à segunda composição.

Otávio tem até amanhã, 20, para apresentar recurso, conforme prevê a lei 8.666/93 (Lei das Licitações).

Assim que for aprovado, o hino completará a tríade de símbolos do município, que já conta com a bandeira e o brasão. 

domingo, 15 de outubro de 2017

‘Arte na Praça’ oferece eventos gratuitos e abertos a todas as idades

Atração principal é o espetáculo Clake, do Circo Amarillo

A Praça Ataliba Leonel recebe três atrações culturais e uma oficina a partir das 15h deste domingo, 15 (confira a programação abaixo). Denominado Arte na Praça, o evento é gratuito e conta com classificação indicativa livre.


Clake apresenta sequência de gags clássicas combinadas com a linguagem contemporânea
dos palhaços Marcelo e Pablo. A mistura resulta num espetáculo de palhaçaria cômica
física e musical. (FOTO: Circo Amarillo/Reprodução)

A principal atração é o Circo Amarillo, que apresentará o espetáculo “Clake”, formado pelos palhaços argentinos Marcelo Lujan e Pablo Nordio. A dupla faz uso de técnicas circenses, como acrobacias e malabarismos.

A vinda do circo para Piraju é uma parceria da SICOOB CREDICERIPA, COOPERMOTA, SESCOOP e Departamento Municipal de Piraju.

PROGRAMAÇÃO

15h – Oficina de compostagem caseira, reciclagem e pintura
15h – Grupo de Moçambique Leal Bahia
16h – Banda Municipal Infanto-Juvenil Valêncio Ferreira de Campos
17h – Circo Amarillo